24 de April, 2024
AUTOESTRADA de Cascais é a primeira no País com frota de assistência e patrulhamento 100% elétrica
Segurança

AUTOESTRADA de Cascais é a primeira no País com frota de assistência e patrulhamento 100% elétrica

Fev 7, 2024

A Brisa investiu 300 mil euros na aquisição de oito viaturas 100% elétricas para uso exclusivo na Autoestrada de Cascais (A5), o que vai reduzir em 70% as emissões de CO2 para a atmosfera e uma redução de 10% no consumo de combustíveis fosseis. 

É a primeira vez que uma frota de veículos 100% elétricos está ao serviço numa autoestrada em Portugal. As equipas da assistência rodoviária da A5 contam com quatro carrinhas elétricas e as brigadas da GNR utilizam quatro carros elétricos. No campus do Grupo Brisa, em Carcavelos, estão instalados pontos de carregamento exclusivos para estes oito veículos.

Manuel Melo Ramos, administrador executivo do Grupo Brisa, explica que “foi feita uma experiência-piloto para avaliar a capacidade de respostas destes veículos, nomeadamente, a sua autonomia durante os turnos. Foram simulados percursos com todo o equipamento que as carrinhas da assistência rodoviária transportam. Os resultados foram muito positivos e provaram que não há diferença face a veículos de combustão”. 

A A5 tem uma extensão de 25 quilómetros e é uma das autoestradas com mais movimento do País.

Os veículos elétricos da frota da A5 têm uma autonomia superior a 400 quilómetros e, se necessário, podem ser carregados em qualquer posto de carregamento fora do Grupo Brisa.

O Centro Operacional de Carcavelos, responsável pelo patrulhamento e assistência rodoviária da autoestrada que liga Lisboa a Cascais, funciona 24 horas por dia, 365 dias por ano.

Manuel Melo Ramos sublinha que este “é o primeiro passo para a transição elétrica da frota operacional da Brisa Autoestradas, que será progressivamente alargada a toda a rede até ao final de 2025. A transição elétrica é uma prioridade para o Grupo Brisa que está comprometido em reduzir até 2030 as emissões de âmbito 1 e 2 em 60% e atingir a neutralidade carbónica em 2040”. 

Até 2025, a Brisa Autoestradas prevê investir quase 8 milhões de euros em veículos elétricos para as áreas de operação e patrulhamento.–

 Valdemar Pinheiro

 

(Jornalista/CP 376)

            Diretor

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *